• +55 11 99688 0044
  • +55 11 5052 7572
  • meibachtech@meibachtech.com
morpheus logo anestesia sem dor

Perguntas Frequentes

A vantagem básica do MORPHEUS está no controle da velocidade de aplicação e na determinação da dose para uma aplicação anestésica. O controle total destes dois parâmetros garante um aumento significativo no grau de segurança fisiológica e no conforto para as anestesias Odontológicas.

O MORPHEUS “substitui” o dedo do Dentista no controle da velocidade de injeção e na determinação da quantidade do anestésico a ser utilizada, oferecendo uma grande gama de escolhas de velocidade de injeção e dose. Sendo uma máquina, oferece também a condição de repetibilidade, permitindo reproduzir os diferentes tipos de aplicações dentro do mesmo padrão de velocidade e dosagem ou seja, aplicações sempre idênticas, garantindo precisão e controle dos resultados.

Por exemplo, a eficácia da droga pode variar de um paciente para outro assim como o tempo de duração do efeito anestésico. Com esse grau de precisão e controle, o MORPHEUS permite personalizar as aplicações de acordo com a experiência com cada paciente, replicando-as sempre que necessário.

Resumidamente, controlar estes dois parâmetros é ajustar uma POSOLOGIA adequada para um procedimento anestésico

Não. No entanto, embora não se adapte à Seringa Convencional – ou “carpule” – o MORPHEUS foi desenvolvido para utilizar os mesmos agulhas e tubetes convencionais de anestésicos disponíveis no mercado. O recipiente onde são alojados a agulha e o tubete é muito semelhante à Seringa Convencional, com a diferença de que, no caso do MORPHEUS o recipiente é um estojo roscado ao equipamento, enquanto na Seringa Convencional – “carpule” – essa parte é engatilhada.

O MORPHEUS possui um conceito totalmente inovador e significa verdadeiro avanço no campo da Anestesiologia Odontológica promovendo resultados fisiológicos extremamente mais confortáveis e seguros para os pacientes. Entretanto, foi concebido para utilizar cartuchos e agulhas convencionais visando a facilitar a vida dos Dentistas em manter seus hábitos de escolha dentre as drogas anestésicas e, dentre os diversos tipos de agulhas existentes no mercado, de forma a respeitar a experiência de cada profissional em seus diversos tipos de procedimentos anestésicos.

Além disto, o sistema atual de acondicionamento de anestésicos em cartuchos, as embalagens das agulhas e seus processos de esterilização disponíveis no mercado mundial atingiram um alto padrão de qualidade com custos relativamente baixos, constituindo-se num sistema reconhecidamente bem sucedido. Personalizar este sistema (cartucho e agulha) criando acessórios especiais e/ou descartáveis, além de desnecessário, adicionaria custos em torno de US$ 2.0 por aplicação.

Num primeiro momento o MORPHEUS poderia, de fato, ser visto como um simples aplicador mecanizado de anestésicos, porém, o nível de ajuste de sua tecnologia à fisiologia dos tecidos a serem anestesiados permite resultados que uma simples mecanização não alcançaria:

- Anestesias garantidamente indolores, mesmo em regiões tradicionalmente dolorosas, como as realizadas no palato.
- As desagradáveis “picadinhas da agulha” agora já podem ser consideradas coisas do passado, em quase 100% dos casos.
- Anestesias restritas aos dentes, sem o efeito de “boca dura” nos tecidos moles, como lábios, bochechas e língua. Este tipo de anestesia restrita aos dentes pode ser obtida com o MORPHEUS nas aplicações em toda a maxila, prémolares e molares da mandíbula.
- Ajuste da POSOLOGIA anestésica visando resultados mais adequados com relação a eficácia, duração do efeito, extensão do efeito, aplicações indolores, maior proteção contra efeitos colaterais como arritmias cardíacas, lipotímias, entre outros de maior gravidade.

O velho ditado – gato escaldado tem medo de água fria – deve ser levado em consideração pelos profissionais da área Odontológica. O paciente que está à sua frente tem um só desejo em mente – que você seja capaz de não promover qualquer tipo de dor ou desconforto durante a consulta dentária. Mesmo para os “machões” se for dada a opção de escolha entre sofrer dor ou não, é claro que a opção sempre será pela ausência da dor.

Ao olharmos para o tipo de relacionamento que o Dentista experimenta com sua clientela lembremos que, no seu maior número, os pacientes se apresentam para uma consulta dentária com um tipo de emoção bem diferente de quando, por exemplo, vão ao salão de beleza – o astral nos dois casos é, geralmente, oposto. O profissional atento deve levar seus pacientes em consideração e procurar minimizar ao máximo seus possíveis desgastes durante o atendimento. Uma anestesia restrita ao elemento dentário e uma aplicação indolor justifica com certeza a utilização do MORPHEUS.

O MORPHEUS é totalmente seguro com relação ao aspecto de segurança anti-séptica e isto se deve, principalmente, ao desenho arrojado da peça onde se aloja o cartucho e a agulha, isto é, o Estojo para Cartucho e Agulha. Este estojo envolve completamente a Caneta Aplicadora durante o uso, protegendo-a do contato com a mão do Dentista. Por sua vez, o Estojo para Cartucho e Agulha, após o uso, pode ser normalmente autoclavado, ou mesmo ir para estufa, assegurando assim, proteção total contra infecções cruzadas.

O MORPHEUS é o único injetor de anestesia disponível no mercado equipado para fazer POSOLOGIA para o anestésico. Como sabemos a velocidade de aplicação e a quantidade de anestesia utilizada em determinado procedimento, promovem uma interação em tempo real e de forma direta no Sistema Nervoso Central e Sistema cardiovascular.

Controlar estes parâmetros é controlar os efeitos colaterais das drogas anestésicas, e isto pode ser sentido com anestesias fisiologicamente mais seguras, em que a freqüência cardíaca é protegida e os casos de sudorese, lipotímia, entre outros, podem ser controlados e evitados em sua maior parte.

O MORPHEUS atende plenamente aos preceitos anestésicos de “aplicar a menor dose eficaz” e “injetar na menor velocidade possível”. Estes preceitos agora podem ser perfeitamente mensuráveis e conhecidos dos usuários do equipamento.

Não. Quando se utiliza o MORPHEUS em baixas velocidades, a quantidade de anestésico necessária para um mesmo tipo de procedimento clínico é muito menor. Sendo assim, mesmo aplicando o anestésico de forma mais lenta, o tempo médio de aplicação resultante é parecido com o tempo de uma aplicação na forma tradicional.

Além disso, o efeito anestésico se instala imediatamente ao fim de uma aplicação com o MORPHEUS, evitando aquela espera para a anestesia “pegar” que normalmente encontramos numa aplicação com a seringa carpule. No final das contas o tempo total, entre o inicio da aplicação do anestésico e a instalação do efeito anestésico para se iniciar o tratamento, é muito parecido nos dois casos.

Não. Embora os melhores resultados fisiológicos sejam obtidos quando se utilizam velocidades baixas, o MORPHEUS na sua velocidade mais alta permite a aplicação de um cartucho inteiro em pouco menos de 2 minutos. Trata-se da maior velocidade para aplicações anestésica atualmente aceita pela Anestesiologia para garantir um bom nível de segurança.

Sim. Este é um fator que garante a tranquilidade do Dentista em relação aos riscos para o seu paciente. A matemática nesse caso é real: menor quantidade da droga, menor toxicidade.

No geral obtém-se maior eficácia anestésica com doses reduzidas em qualquer uma das técnicas avançadas aplicadas pelo MORPHEUS. Baixa toxicidade vai trazer ainda mais segurança para seus pacientes.

Uma feliz conjunção de fatores observada no uso prático do MORPHEUS:
- Total controle da velocidade de aplicação,
- Constância na entrega do anestésico (como só uma máquina pode conseguir) e
- Utilização de velocidades muito menores que aquelas tradicionalmente praticadas.

Esses fatores em conjunto permitem alcançar um ponto ótimo de equilíbrio entre a entrada do anestésico e sua absorção pelos tecidos. Dessa forma o volume do anestésico não se acumula e, portanto, não exerce compressão nos feixes nervosos presentes nos locais onde o líquido está sendo depositado, evitando a dor do momento de penetração do líquido. Enquanto isto acontece, atinge-se o tempo de latência da droga cujo efeito se estabelece e passa a impedir a dor durante os procedimentos.

Solicite seu Test Drive. São 15 dias para comprovar, junto a seus pacientes, os benefícios de uma anestesia sem dor e mais segura com o MORPHEUS!