• +55 11 99688 0044
  • +55 11 5052 7572
  • meibachtech@meibachtech.com
morpheus logo anestesia sem dor

Um Divisor de Águas

A Meibach Tech apresenta o MORPHEUS, um revolucionário injetor de anestésicos que está mudando os conceitos de anestesia na Odontologia. Com o MORPHEUS você pode proporcionar ao seu paciente um grau de conforto e segurança que simplesmente não era possível com os métodos de injeção de anestésicos tradicionais, via seringa carpule.

Base Conceitual e Técnica

Fundamentos da Criação do MORPHEUS em 1997

Desde os primórdios das injeções anestésicas, realizadas com as seringas hipodérmicas de Harvey Samuel Cook por volta de 1917, até os dias de hoje, não foi possível quantificar numericamente em qual velocidade devem ser praticadas as injeções de anestésicos nos sítios intraósseo e subperiósteo, de forma a garantir que o líquido penetre na sua totalidade pelo trabeculado ósseo sem ocorrer refluxo.

Sabidamente as anestesias intraósseas e subperiósteas se caracterizam por serem muito eficazes, porém, elas têm sido utilizadas somente quando esgotados os outros recursos de anestesia e isto se deve às fortes contraindicações presentes quando as injeções são praticadas utilizando a tradicional seringa carpule. Algumas das contraindicações, tais como: dor durante a aplicação, dor na pós-aplicação (pós-operatório) que persistia por vários dias, traumas teciduais - principalmente devido aos descolamentos do tecido perióstico e, por vezes, o surgimento de necrose na região onde foi injetado o anestésico, levaram estas eficazes técnicas anestésicas a caírem praticamente em desuso.

Ponto de Equilíbrio

Com o MORPHEUS foi possível identificar a velocidade exata em que deve ser injetado o anestésico para que o tecido ósseo absorva plenamente, sem refluxos, o volume injetado total. A esta proporção balanceada entre o volume injetado e o volume absorvido pelo osso chamamos ponto de equilíbrio.

No ponto de equilíbrio observou-se resposta sintomatológica do osso inédita, com ausência total de dor durante a injeção e nenhum efeito adverso no pós-operatório. Não houve refluxo de anestésico, consequentemente, não aconteceram os conhecidos traumas teciduais por descolamento de periósteo.

As anestesias subperiósteas e intraósseas, apesar da grande eficácia, são tidas como anestesias fugazes, ou seja, passam muito rapidamente.

Vários relatos de autores dão conta de que a duração da anestesia varia entre 2 a 10 minutos, chegando este fato a ser considerado como uma contraindicação destas técnicas anestésicas.

Com o MORPHEUS devido ao ponto de equilíbrio os tempos de duração das anestesias nas técnicas subperiósteas e intraósseas passaram a ser equivalentes às outras técnicas anestésicas, ou seja, variando na dependência da dose e principalmente no tipo de anestésico (com ou sem vasoconstrictor) entre 30 a 60 minutos no mínimo.

Este primeiro conceito de “ponto de equilíbrio” evoluiu e atualmente é utilizado em todas as injeções anestésicas realizadas com o MORPHEUS - em todos os tipos de tecidos. A capacidade do líquido anestésico de permear através dos tecidos, acontece de forma equilibrada e ajustada - o escoamento se dá de forma natural pelos espaços intersticiais sem que ocorra a dolorosa compressão dos feixes nervosos, resultando no estabelecimento pleno e indolor da anestesia.

Solicite seu Test Drive. São 15 dias para comprovar, junto a seus pacientes, os benefícios de uma anestesia sem dor e mais segura com o MORPHEUS!